Rua Garibaldi 444, sala 201

Caxias do Sul- RS, 95080-190

📞(54) 3536-7773 / (telefone)
📲 (54) 99169-8306 (whatsapp)

Segunda- Sexta: 08:30 - 18:00

notícias:

A Clínica Zucchetto está, sempre, de olho nas novidades do mundo da oftalmologia. Acompanhe algumas das maiores notícias e adentre neste mundo conosco, com a qualidade, conhecida, que sempre prestamos nossos serviços.

DOENÇAS ORBITAIS QUE MERECEM ATENÇÃO ESPECIAL.

Doença Orbital Severa

As doenças orbitais podem, ou não, manifestar-se de forma grave. Então, cuidar da visão é essencial! Dizem que “os olhos são a janela da alma”. E , efetivamente, eles são. A visão é uma “ferramenta poderosa” do nosso corpo, capaz de registrar tudo que está ao nosso alcance. E se ela começa a apresentar dificuldade para isso? Se não pudermos enxergar o que está à nossa volta, trocar olhares com quem amamos, admirar a natureza e a arte, por exemplo, como seria?

exame ocular

Em razão disso, torna-se fundamental o acompanhamento de um oftalmologista.  Através de consultas e exames oftalmológicos, ele poderá  identificar e tratar algumas doenças orbitais mais severas e preocupantes as quais, inclusive, podem causar cegueira.  

VOCÊ QUER CONHECER ALGUMAS DOENÇAS ORBITAIS SEVERAS?

Glioma do nervo óptico 

Gliomas são tumores que crescem em várias partes do cérebro e que podem afetar um ou ambos os nervos ópticos, os quais transportam informações visuais para o cérebro ou, ainda, atingir o quiasma óptico, a área onde os nervos ópticos se cruzam na frente do hipotálamo do cérebro.

Os gliomas ópticos são raros e de causa desconhecida. A maioria deles tem crescimento lento e não é cancerosa ( benigno ). Costuma ocorrer em crianças, mais frequentemente antes dos 20 anos de idade. Em geral, os casos são diagnosticados aos 5 anos de idade. 

doenças orbitais - glioma

Entre os sintomas pode-se incluir: movimento involuntário do globo ocular, um ou ambos os olhos salientes, estrabismo, perda de visão e, eventualmente, pode levar à cegueira. 

O tratamento depende do tamanho do tumor e do estado geral de saúde da pessoa. O objetivo pode ser curar o distúrbio, aliviar os sintomas ou melhorar a visão e o bem-estar.Em alguns casos, a indicação pode ser ou a remoção cirúrgica ou a quimioterapia ou, ainda, a radioterapia. Esta última não costuma ser indicada para crianças devido aos efeitos colaterais.

Celulite Orbitária

Celulite orbital é a infecção que afeta o tecido dentro da órbita e em volta e atrás do olho. Costuma ser mais comum em crianças. Em geral, tem como causa uma infecção que se alastrou para a órbita vindo dos seios em volta do nariz , mas também pode se originar de uma infecção dos dentes ou da corrente sanguínea. Uma mordida de animal ou picada de inseto, ou alguma outra ferida nas pálpebras também pode disseminar uma infecção e levar à celulite orbital.

menina com olhos irritados

Deve-se considerar que esta é uma das doenças orbitais mais rara e perigosa. Se não tratada adequadamente, pode levar à cegueira ou a outros tipos de doenças como a meningite, por exemplo.

Os sintomas incluem: olho saliente, sensibilidade, vermelhidão,calor, inchaço na pálpebra, dor, coceira, febre baixa, olhos lacrimejantes, visão embaçada ou diminuída.

Rabdomiossarcoma

O Rabdomiossarcoma é o tumor maligno primário da órbita mais frequente na criança. Normalmente ocorre na primeira década de vida (idade média de 8 anos).Se sua localização é posterior, provoca proptose; se for anterior e superior, provoca ptose.

Seu crescimento é muito rápido, frequentemente verificado após traumatismo, mas sem relação com ele. Pelo aspecto, não raro é confundido com um processo infeccioso da órbita (celulite), mas sem outros sinais inflamatórios, como a febre e a dor. 

menina tapando os olhos

O tratamento é multidisciplinar, e deve ser realizado com maior brevidade possível. Pode englobar cirurgia, quimioterapia e radioterapia. A remoção cirúrgica completa é difícil, pois o tumor não é encapsulado, e pode envolver estruturas orbitárias (músculos, nervo óptico, etc.). 

Linfoma Intraocular 

O linfoma intraocular é um tipo de câncer que pode se desenvolver na própria região do olho, ou ser uma evolução da doença que se infiltrou no local. Entretanto, o mais comum é se desenvolver no olho. Adultos e idosos têm maior chance de desenvolver esse tipo de câncer. 

Os sinais costumam ser alterações visuais, pressão no olho, sensibilidade à luz, vermelhidão ou inchaço local.

doenças orbitais

De forma geral, o tratamento pode variar de acordo com a agressividade do tumor e não são diferentes dos demais casos de câncer. Entretanto, os linfomas oculares têm grande probabilidade de cura com terapias não muito agressivas.

Embora a apresentação visual e a descrição de muitas destas patologias sejam assustadoras, a melhor forma de enfrentá-las é através da prevenção e da consulta médica regular. Somente o médico oftalmologista será capaz de diagnosticar e tratar adequadamente as mesmas. Além disso, é claro, de oferecer tranquilidade quanto aos procedimentos necessários para cada caso. 

Categorias

Fique por dentro!

Veja as novidades:

AS ALERGIAS OCULARES NA PRIMAVERA E OS PERIGOS DA AUTOMEDICAÇÃO

A chegada da primavera nos traz temperaturas mais agradáveis; os dias começam a ficar mais longos, e as noites passam a ser mais curtas. Entretanto, apesar de ela ser uma estação positiva, com um ar de recomeço, também é a estação em que as doenças alérgicas começam a incomodar muitas pessoas por causa da polinização.

SAIBA MAIS »

PRIMAVERA E DOENÇAS OCULARES

Nesta época do ano,primavera, é comum a incidência de doenças oculares como as alergias, a síndrome do olho seco, o ceratocone e a conjuntivite, por exemplo. Logo, é importante redobrar o cuidado com os olhos.

SAIBA MAIS »

DOENÇAS ORBITAIS QUE MERECEM ATENÇÃO ESPECIAL.

As doenças orbitais podem, ou não, manifestar-se de forma grave. Entre as doenças que merecem atenção especial estão o glioma do nervo óptico, a celulite orbitária, o rabdomiossarcoma e os linfomas intraoculares.Em razão disso, torna-se fundamental o acompanhamento de um oftalmologista através de consultas e exames oftalmológicos.

SAIBA MAIS »

AS DOENÇAS ORBITÁRIAS E A SAÚDE

O olho, enquanto principal estrutura contida na órbita, pode sofrer diversas patologias, entre elas as doenças orbitárias. Estas são tumores, inflamações, infecções e traumatismos que afetam o globo ocular , direta ou indiretamente.

SAIBA MAIS »

SAÚDE OCULAR EM TEMPOS DE PANDEMIA

Neste mês em que se destaca o Dia Mundial da Saúde Ocular, a atenção deve estar voltada para a prevenção da saúde de nossos olhos e os cuidados que devemos ter no dia a dia para evitar as doenças oculares. Entretanto, desde 2020, vivemos um período marcado pela Pandemia Mundial e suas consequências não só na saúde como também na mudança da rotina dos indivíduos. Isso trouxe atraso no diagnóstico e tratamento das doenças em geral, inclusive para as oculares.

SAIBA MAIS »

Gostou do conteúdo?

Compartilhe nas Redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on whatsapp
WhatsApp
Open chat
Olá!
Como Podemos lhe Ajudar?
😊
Powered by